No Ar - Madrugada Cidadã

A Seguir - 06:00 Raiz da Cida


--- Ainda não dá para relaxar nenhuma medida de prevenção, diz pesquisadora ---

por Cidadã FM

em 2 de abril de 2021


A pneumologista e pesquisadora da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) Margareth Dalcolmo afirma que abril pode ser tão letal por Covid-19 quanto março. Em entrevista à CNN nesta sexta-feira (2), a especialista ressaltou a importância do cumprimento das medidas restritivas pela população.

“Não há dúvida de que precisamos de muitas vacinas. Vacinar muita gente e muito rápido. Assim, talvez alcancemos, na virada do semestre, uma imunidade coletiva de 70%, sem isso não dá para relaxar nenhuma medida pessoal nem coletiva”, afirmou Dalcolmo.

Para ela, “nós tivemos o mais triste março de nossas vidas e, possívelmente, teremos o pior abril de nossas vidas também”.

Segundo a especialista, a produção de imunizantes em solo nacional, feitos atualmente pelo Instituto Butantan (Coronavac) e Fiocruz (AstraZeneca), vai permitir um ritmo mais acelerado da aplicação de doses.

“Eu disse, há algumas semanas, que já deveríamos estar vacinadado 1 milhão de pessoas por dia. Esse número é modesto para o Brasil. Temos que vacinar, no minímo, 2 milhões por dia. Temos perfeitas condições para isso. É perfeitamante plausível sem fazer nenhum milagre”, afirmou.

Banhistas não usam máscaras na praia do Pontal
Banhistas não usam máscaras na praia do Pontal, no Rio
Foto: Reprodução/CNN

Fiocruz

A Fundação Oswaldo Cruz entrega neste sexta-feira (2) ao Ministério da Saúde 1,37 milhão de doses da vacina de Oxford/Astrazeneca contra a Covid-19. Com a remessa, a instituição finaliza o cronograma do mês de março e ultrapassa os 3,8 milhões previstos, chegando a 4,2 milhões.

Fonte: https://www.cnnbrasil.com.br/saude/2021/04/02/ainda-nao-da-para-relaxar-nenhuma-medida-de-prevencao-diz-pesquisadora