No Ar - A Voz do Brasil

A Seguir - 21:00 Cida Livre


--- Curry tem noite inspirada pelo Warriors, mas não consegue impedir derrota para o Celtics ---

por Cidadã FM

em 3 de fevereiro de 2021


Não é todo jogo que Stephen Curry consegue carregar os Warriors para o caminho da vitória. O ala-armador até tentou, teve noite impecável, anotou 38 pontos, pegou 11 rebotes e deu 8 assistências. Porém, a equipe do Golden State Warriors teve muitos erros de ataque e pagou o preço.

Precisando da vitória após perder duas partidas seguidas, o Boston Celtics não se intimidou com a atuação de Curry e mostrou que quer se classificar para os playoffs. Fora de casa, em São Francisco, os Celtics venceram o duelo equilibrado por 111 a 107 e teve o trio Jason Tatum, Kemba Walkers e Jaylen Brown somando 64 pontos.

Ainda sobre Stephen Curry, vale destacar que o ala-armador da franquia da California rompeu a barreira dos 17 mil pontos na carreira nesta madrugada de terça para quarta diante dos Celtics. Curry é o atual nº 2 em bolas de três na história da NBA. Seu ídolo, Reggie Miller foi ultrapassado pelo ala-armador no último dia 24. O líder desse ranking é Ray Allen, com 2.973 bolas de três convertidas.

Curry on!

Estrela do Golden State Warriors, Stephen Curry brilhou nos primeiros 12 minutos de jogo. Logo no primeiro lance, o ala-armador mostrou para o que veio e, em seu lance característico, arremessou de três de forma certeira. O atleta conseguiu fazer metade dos pontos do time, com 17 pontos anotados e quatro bolas de três. O Warriors venceu por 35 a 24 e abriu 11 pontos de vantagem. No lado dos Celtics, destaque para Kemba Walker.

Marcha lenta do time da casa

No segundo quarto, o Golden State Warriors deu descanso para sua estrela, voltou na marcha lenta e viu sua diferença de 11 pontos ir para o ralo. Jayson Tatum virou o jogo com uma bola de três, fazendo 39 a 38. Instantes depois, Kelly Oubre Jr. voltou a por o time da casa na frente do placar. O Celtics, porém, seguiu com tudo e com Jaylen Brown botou 43 a 40 no placar, forçando o pedido de tempo para os mandantes.

Curry voltou para a quadra após cerca de seis minutos de descanso e conseguiu dar maior volume de jogo ao Warriors. No entanto, isso não impediu que os Celtics terminassem com a vitória parcial do 2º quarto, por 28 a 17. Os times foram para o intervalo com um empate no placar de 52 a 52, refletindo o equilíbrio do duelo.

Celtics na frente

O Boston Celtics voltou para a quadra como terminou no segundo quarto: sedento pela vitória. Nos primeiros minutos, o time visitante abriu cinco pontos de vantagem aos oito minutos, com 63 a 58. Sorridente em quadra, Kemba Walker estava inspirado e ajudou a equipe a abrir nove pontos de vantagem, aos quatro, colocando 72 a 63 no placar.

O franquia de Boston pediu tempo faltando menos de quatro minutos para o fim, mas quem tirou vantagem disso foi o time da casa, que cortou a vantagem para dois pontos no fim do período. Juan Toscano-Anderson foi decisivo e fez três pontos em sequência, fazendo 76 a 72. Imparável, Curry fez duas bolas de três seguidas e chegou a empatar o duelo em 83 a 83, restando 35 segundos de período. Mas, Grant Williams tratou de jogar um balde de água fria no time mandante e anotou de três pontos. Os Warriors até ensaiaram uma reação no fim do quarto, mas terminaram com derrota parcial de 34 a 33 no quarto. No placar geral, os Celtics colocaram leve vantagem de um ponto, com 86 a 85.

Emoção até o fim

No período final, os times demoraram um pouco a tirar o zero do placar do quarto, mas Jason Tatum tratou de acabar com a monotonia do placar e arremessou para três pontos de forma decisiva, com quase dois minutos de jogo, e chegou a 22 pontos parciais na partida. Aos nove, Andrew Wiggins voltou a por a franquia da Califórnia na frente do placar e fez 90 a 89.

O jogo seguiu bastante equilibrado, com pontaria precisa para Stephen Curry. Os Celtics, porém, estavam melhor e abriram 104 a 96, aos quatro. Em contragolpe rápido, Jaylen Brown levantou os ânimos com bela cravada para colocar dez pontos de vantagem, fazendo 106 a 96. Aos nove, Curry fez jogada plástica, de uma ponta a outra, driblou os marcadores, anotou dois pontos na bandeja e ainda sofreu a falta para diminuir a vantagem para sete pontos, com 106 a 99. O ala-armador seguiu implacável e anotou mais três pontos nos lances livres e cortou a vantagem para quatro pontos, aos dez.

Apesar da noite inspirada de Curry, seus companheiros de time não estavam com a pontaria tão afiada e desperdiçaram muitos ataques. Bom para o Boston Celtics que teve atuação coletiva eficiente, com destaque para Jason Tatum, Kemba Walkers e Jaylen Brown. Juntos, anotaram 64 pontos e ajudaram a equipe de Boston a vencer por 111 a 107.

Warriors: 11v e 9d (7º do Oeste)
Celtics: 10v e 8d (5º do Leste)

Líder da Conferência Oeste, Jazz volta a vencer

Na outra partida iniciada no mesmo horário, o Utah Jazz mostrou que quer retomar a sequência de vitórias consecutivas e bateu o Detroit Pistons por 117 a 105. Líder da Conferência Oeste, o Jazz é o time que menos perdeu nesta temporada, com apenas cinco derrotas. Já o Pistons tem a campanha inversa ao do líder do Oeste: são apenas cinco vitórias e 16 derrotas.

Após ter o jogo adiado na noite passada por protocolo de segurança contra o covid-19, o Pistons entrou em quadra para fazer frente ao líder da Conferência Oeste. Jerami Grant e Josh Jackson até tiveram noite afiada, com 27 e 22 pontos, respectivamente. No entanto, a dupla não foi páreo para Donovan Mitchell, que anotou 32 pontos e levou o time a mais uma vitória nesta temporada.

Jazz: 16v e 5d (1º do Oeste)
Pistons: 5v e 16d (14º do Leste)

Fonte: https://globoesporte.globo.com/basquete/nba/noticia/curry-tem-noite-inspirada-pelo-warriors-mas-nao-consegue-impedir-derrota-para-o-celtics.ghtml

Publicidade