Maio Roxo - Pela Conscientização sobre Doenças Inflamatórias Intestinais

No Ar - Raiz da Cida

A Seguir - 07:00 Jornal Cidadã


--- São Paulo tem conversa com Miguel Ramírez desde 2020 e sonhou com Gallardo ---

por Cidadã FM

em 26 de janeiro de 2021


A permanência de Fernando Diniz no São Paulo depende de uma cada vez mais improvável recuperação que culmine com o título brasileiro, mas a diretoria do clube já estuda, desde o ano passado, o mercado de técnicos.

O UOL Esporte apurou que a gestão atual manteve conversas já no ano passado com Miguel Ángel Ramírez, que continua sendo um dos nomes no radar.

Entre setembro e outubro do ano passado, a diretoria atual do São Paulo, com o então candidato a presidente Julio Casares e o conselheiro Carlos Belmonte (atual diretor de futebol) manteve vários contatos com Ramírez. O clube, na época, ainda era presidido por Carlos Augusto de Barros e Silva. Dentro de campo, não havia engrenado no Brasileiro sem encontrar o bom futebol depois da retomada das competições em agosto.

Nas conversas, os futuros dirigentes ouviram do técnico espanhol o que pensava sobre o elenco são-paulino e sobre o estilo de jogo implementado por Fernando Diniz. Houve interesse mútuo, e falou-se sobre a possibilidade de Ramírez assumir o comando do São Paulo a partir de 2021.

Em novembro o cenário mudou radicalmente: o time comandado por Diniz emendou sete vitórias e dois empates em nove partidas, despontou como franco favorito ao título brasileiro jogando um futebol convincente. O cenário, a partir dali, passou a apontar claramente para a permanência do treinador, inclusive para a próxima temporada. Nesse ínterim, Miguel Angel Ramírez acertou verbalmente para assumir a direção do Internacional em 2021.

O São Paulo começou a tropeçar na reta final de 2020, perdendo o clássico para o Corinthians e caindo diante do Grêmio na Copa do Brasil. Vitoriosos nas eleições, Casares e seus diretores assumiram o comando na virada do ano e viram o time entrar em derrocada dentro de campo – com problemas fora das quatro linhas também. A queda culminou na perda da liderança com uma goleada humilhante por 5 a 1 diante do Internacional em pleno Morumbi. Hoje, o clube gaúcho lidera com quatro pontos de vantagem.

A permanência de Fernando Diniz no comando técnico do São Paulo após o fim do Brasileiro passa exclusivamente por uma recuperação histórica que culmine no título. Por isso, o clube já retomou estudos no mercado. O próprio Miguel Ángel Ramírez ainda é um nome que interessa, mas a situação com o Internacional é um empecilho. O Colorado, entretanto, caminha para o título nacional sob o comando de Abel Braga, e uma permanência do técnico carioca no Beira-Rio pode abrir caminho para a retomada de conversas.

Marcelo Gallardo, técnico do River Plate é um sonho de consumo, mas além da dúvida quanto ao interesse do argentino em assumir uma equipe brasileira, há obstáculo financeiro. A pedida salarial que tem sido levada ao mercado pelos representantes do treinador é considerada completamente fora da realidade. O mercado sul-americano é um dos focos da diretoria, e dali pode sair o nome que substituiria Diniz.

Dentro do Brasil há sempre o nome de Rogério Ceni, que tem futuro incerto no Flamengo e é sempre trazido à tona dentro dos muros do Morumbi. Embora todos os questionamentos sobre Ceni sejam respondidos por dirigentes com a diplomacia que sua história no São Paulo exige, o ex-goleiro não é uma unanimidade. É uma dentre outras cartas no baralho.

Fonte: https://www.uol.com.br/esporte/futebol/ultimas-noticias/2021/01/26/sao-paulo-tem-conversa-com-miguel-ramirez-desde-2020-e-sonhou-com-gallardo.htm