Prefeitura de Cotia realiza 45 mil teleatendimentos em 1 ano e otimiza recursos médicos durante a pandemia

Entenda como 18 médicos da prefeitura de Cotia utilizam a tecnologia para atender a população e garantir o isolamento social e a segurança dos munícipes

Por Cotia em Destaque
Em 27/maio/2021


A cidade de Cotia contabiliza 45 mil atendimentos médicos, via telemedicina, em diversas especialidades desde abril de 2020. O serviço implementado logo após a sanção da Lei Nº 13.989/20, de 15 de abril de 2020, que autorizou a prática da Telemedicina no país enquanto durar a pandemia, tem garantido acesso à saúde, além de desafogar a rotina do Sistema Único de Saúde (SUS) evitando o risco de contaminação de médicos e pacientes pelo novo coronavírus com a eventual ida à unidade de saúde.

O serviço de Telemedicina na cidade de Cotia é realizado através de uma parceria entre a Secretaria de Saúde e a OM30, empresa especializada em desenvolvimento de sistemas para gestão pública, que desenvolveu um sistema próprio de Telemedicina no início da pandemia para atender as necessidades das prefeituras. “A Telemedicina é uma solução que pode ser implementada em menos de 1 mês, com muitos ganhos para o serviço municipal de saúde e para o cidadão”, esclarece Amaury Cunha Carvalho, diretor da OM30,

Por meio de um aplicativo, o cidadão que já tiver cadastro em uma unidade municipal de saúde pode agendar e realizar consultas de onde estiver. O paciente também recebe um lembrete e confirmação do agendamento, possibilitando que cancelamentos também sejam feitos remotamente, se necessário.

“Nos últimos anos, o serviço de saúde deu passos importantes de inovação e de tecnologia. A telemedicina é o reflexo de um destes avanços que se somam a outros. Todos os nossos trabalhos são voltados para a excelência no atendimento e no acolhimento adequado aos usuários do sistema, pois sabemos que cada falta implica em represamento da demanda”, destacou o prefeito Rogério Franco.

Desta forma, a Prefeitura de Cotia pode reduzir o tempo de espera para atendimento: entre abril de 2020 e abril de 2021, 45 mil pacientes foram atendidos de maneira remota. O uso da tecnologia também potencializou o trabalho dos profissionais de saúde, que têm a atenção totalmente voltada ao atendimento. Isso porque a estrutura mantém 5 profissionais no backoffice, que são responsáveis pela triagem, otimizando o tempo dos 18 médicos especialistas.

Entre as especialidades atendidas estão: reumatologista, alergista, cardiologista, cirurgião vascular, dermatologista, endocrinologista, gastrologista, oftalmologista, otorrinolaringologista, pneumologista e urologista. Durante o atendimento, os médicos podem emitir atestados, receitas médicas e pedido de exames.

O sistema de atendimento à distância disponibilizado pela Prefeitura possui toda segurança e privacidade necessária, prontuários eletrônicos totalmente protegidos, prescrição médica com assinatura digital (receituário e atestados), facilidade de acesso e usabilidade simples, possibilitando melhor atendimento e prestação de serviços. A tecnologia atende à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), garantindo proteção da privacidade de todos os dados pessoais envolvidos no sistema.

Antes da Telemedicina o índice de consultas canceladas por não comparecimento na cidade jogava a taxa de absenteísmo para mais de 30%. Hoje, o médico consegue atender na hora quem estiver aguardando.

Processo de triagem para o atendimento via Telemedicina:

O processo de triagem para o atendimento começa em uma consulta presencial na Rede Básica com os médicos generalistas (Clínico Geral, Ginecologista ou Pediatra), que encaminham para a rede especializada.

Após o encaminhamento, o cidadão entra na fila de espera e a Central de Regulação agenda uma consulta na rede especializada.

A informação de agendamento é enviada para a unidade básica de referência, que entra em contato com o paciente, informando data e horário da consulta por telefone.

Em seguida, o paciente recebe um SMS com todas as informações passadas por telefone.

Uma nova mensagem é enviada dois dias antes da consulta para confirmar ou não o agendamento.

No dia da consulta, o paciente recebe um SMS com o link da sala para atendimento remoto e no mesmo momento uma mensagem de Whatsapp com as orientações e link de acesso a sala virtual de atendimento.

No momento do atendimento, o técnico de suporte OM30 estabelece a comunicação com o munícipe e encaminha para a sala virtual do médico.

O médico abre o prontuário eletrônico e realiza a consulta.

Durante a consulta, o paciente pode enviar exames para serem analisados e o médico pode prescrever receituário médico, encaminhamentos, declarações e/ou atestados assinado digitalmente.

Caso seja necessário, o médico solicita o agendamento do retorno.

Fonte: Aproach Comunicação