Dia das Mães – orientações para comemorar em meio à pandemia

DO1 Saúde | 6 de maio de 2021


Imagem Divulgação

Neste ano, mais uma vez, vamos comemorar um Dia das Mães diferente no dia 09 de maio, isso em função da pandemia que ainda enfrentamos e da crise financeira que atravessamos que faz com que essa data, que é sinônimo de compra e consumismo, passe a ter um significado diferente, é hora de proteger e amar as mães, a preocupação tem que ser muito maior do que apenas o consumo, principalmente se estas estiverem no grupo de risco.

Atualmente o fator da saúde de quem amamos é prioridade, além disso se tem a preocupação financeira, lembrando que muitas pessoas perderam parte ou toda a renda, o que faz com que os consumidores fiquem mais cautelosos. E isso realmente é importante, uma vez que o histórico das datas comemorativas é de endividamento por parte da população.

É normal que os filhos queiram dar o melhor presente às suas mães – até por isso é uma das datas comemorativas que mais aquece o mercado, só perdendo para o Natal. Contudo, agora se tem uma limitação física e financeira. Sem contar que muitos dos presentes estão cada vez mais caros, com a alta do dólar.

Neste momento é muito importante estar educado financeiramente, para saber aproveitar esses momentos sem se endividar ou se frustrar por nunca conseguir comprar o que deseja. O caminho é simples: planejamento. Com ele é possível decidir com antecedência o presente que quer dar a mãe, pesquisar e poupar para comprá-lo, de preferência à vista, conseguindo desconto e, assim, economizando.

Diante o cenário que atravessamos recomendo que se não tiver condições, que deixe o presente para segundo plano e se valorize o ser, em detrimento do ter. Demonstre carinho, respeitando a distância, retome as histórias, o amor e não apenas o consumo.

É claro que as mães merecem o melhor sempre, afinal, desde o momento em que nascemos, elas doaram cada momento da vida delas para nós. E é exatamente por esse motivo que, para elas, o melhor presente é ver os filhos por perto e saudáveis em todos os aspectos, inclusive o financeiro.

Mas, para quem ainda está pensando em comprar os presentes, relacionei algumas orientações para ajudar os filhos:

  1. Saiba quanto poderá gastar, analisando, primeiramente, o seu orçamento financeiro;
  2. É sempre importante poupar dinheiro para as datas especiais e comemorativas em geral, isso evita gastos desnecessários;
  3. Unir os irmãos e o pai na hora de presentear pode ser uma boa alternativa, pois, assim, o presente pode ser melhor e cada um pagará menos por ele, mas nesse momento isso deve ser feito online;
  4. O momento da compra deve ser feito com paciência, tranquilidade e foco, para que não se gaste mais do que estava programado.
  5. Hoje o uso de ferramentas da internet é a alternativa para compra, mas também é interessante priorizar o comércio local, ajudando a economia;
  6. Se tiver que parcelar, cuidado, veja se a prestação cabe no seu orçamento mensal, se não, dê outro presente;
  7. Se não der para comprar com antecedência, converse com a sua mãe e uma lembrança, só para a data não passar em branco. Nos próximos dias ou meses busque outro produto; com certeza você encontrará promoções interessantes;
  8. Nessa data tão especial, demonstre carinho pela sua mãe e diga a ela o quanto a ama; isso é o mais importante.

Por Reinaldo Domingos é PhD em Educação Financeira