Imagem Divulgação

Peça teatral grátis no dia dos namorados.

por Folha do Butantã
em 11/jun/2019

Neste dia dos namorados uma grande pedida é assistir a peça “Amor”, uma adaptação de Marta Baião do conto “Amor” de Clarice Lispector.

O conto faz parte do livro “Laços de Família” e a apresentação acontece amanhã, quarta-feira, dia 12 de junho, às 19 horas no Ponto de Economia Solidária e Cultura do Butantã, na Av. Corifeu de Azevedo Marques, 250.

A Entrada é Gratuita.


“Amor”

Ana uma mulher casada, pacata e mãe de dois filhos, tinha uma vida doméstica muito calma, donde cuidava dos seus com o esmero e amor típicos de uma pessoa fraterna e sensível. Aliás Ana, em hebraico significa “pessoa benéfica, piedosa”.

Certo dia ao ir às compras encontrou-se com um cego que muito a impressionou; com a freada brusca do bonde onde se encontrava_ os ovos que carregava acabaram quebrando-se_ pronto! A sua paz tão duramente conquistada desapareceu.

Transtornada acabou por descer no Jardim Botânico que por sua beleza fê-la temer o próprio inferno. Aqui podemos fazer um paralelo entre a beleza que salta aos olhos e o cego que está privado disto_ este último vive o próprio inferno em terra. Esta então é a explicação de tanto que impressionara a personagem.

Ao voltar para casa sentia que alguma coisa havia mudado dentro de si, abraçou o filho tão fortemente que o assustou e foi ajudar o marido quando este derrubou o café. Carinhosamente este pegou-lhe a mão e levou-a para o quarto para dormirem.

Fonte: https://www.mundovestibular.com.br/articles/239/1/lacos-de-famalia—clarice-lispector-resumo/paacutegina1.html