João Doria confirma que São Paulo não irá aderir a decreto sobre academias, barbearias e salões de beleza

Segundo o governador, a quarentena está confirmada até o dia 31 de maio.


Por: Jornal Cidadã
Data: 13/maio/2020

Durante a entrevista coletiva desta terça-feira, o governador João Dória (PSDB) confirmou o que todos já se especulavam e que o estado de São Paulo não vai aderir ao decreto do presidencial que prevê a reabertura de academias, barbearias e salões de beleza.

Desde o início da pandemia o governador e o presidente buscam caminhos diferentes para o enfrentamento da crise e ambos já trocaram “farpas” diversas vezes neste período, sendo que, nesta quarta-feira não foi diferente e Dória afirmou que “Aqui em São Paulo, o governo respeita e ouve seus secretários de saúde, bem como o comitê de saúde, e eles indicam que ainda não temos condições sanitárias e seguras para autorizar abertura neste momento”.

Sobre os profissionais das áreas em pauta o governador falou: “Respeitamos os profissionais que atuam nestes estabelecimentos, mas o nosso maior respeito por eles é garantir sua vida, sua existência e sua saúde”.