Programa VAI abre inscrições para edição 2020

por Painel Cultural
em 06/mar/2020

Criado há 17 anos para fortalecer a potência criativa das periferias da cidade de São Paulo, o programa VAI tem um histórico de sucesso. Nos últimos seis anos, mais de 1000 projetos foram contemplados nas modalidades 1 e 2, que selecionam, respectivamente, propostas de coletivos formados por jovens entre 18 e 29 anos ou que tenham no mínimo dois anos de existência.

Para compreender a importância deste incentivo cultural na cidade de São Paulo, basta olhar para a relação de projetos apoiados nestes últimos anos nas áreas de hip hop, circo, música, teatro, literatura e outros. Iniciativas de artistas como Emicida e Fioti (Projeto Noiz), Criolo (Rinha dos MCs), Lei di Dai (Gueto Pro Gueto), Prodígio (Arena do Flow), além de projetos como Sinfonia de CãesSarau da CooperifaSarau do BinhoCine Campinho e muitos outros, foram apoiados com recursos do programa.

As inscrições para a edição 2020 estão abertas desde o dia 02 de março, contemplando ambas as modalidades. Elas podem ser feitas por meio da Plataforma 156 (https://sp156.prefeitura.sp.gov.br/), na Secretaria Municipal de Cultura e nos postos do Descomplica SP.

Em 2020, o orçamento máximo por projeto será de R$ 42.000,00 no VAI 1 e de R$ 84.000 VAI 2. Além de dar projeção a ideias que já estão sendo realizadas em regiões, em muitos casos, carentes de atividades culturais, o VAI estimula a criação e participação no desenvolvimento cultural da cidade, promovendo inclusão cultural, estimulando as culturas e desenvolvimento locais.

Regras para inscrição no VAI 1
O projeto cultural deve ser apresentado em nome de um coletivo de São Paulo, ser representado por um proponente que tenha no mínimo 18 e ser composto por, ao menos, mais 2 integrantes na ficha técnica. O orçamento pode chegar a R$ 42.000,00 (quarenta e dois mil reais) e a proposta ter duração máxima de 8 meses. No caso do VAI 1, coletivos formados por integrantes com idade entre 18 e 29 anos receberão prioridade.

Regras para inscrição no VAI 2
O projeto cultural deve ser apresentado em nome de um coletivo, representado por um proponente, com ao menos 18 anos e ter mais 2 integrantes na ficha técnica. A proposta pode ter um orçamento de até R$ 84.000,00 (oitenta e quatro e quinhentos reais), com duração de até 8 (oito) meses. É preciso ainda que o coletivo comprove, no mínimo, 2 (dois) anos de existência e atuação em regiões do Município desprovidas de recursos e equipamentos culturais ou que já tenham sido contemplados na modalidade VAI I.

Focada nas juventudes da periferia, o VAI foi criado em 2003, pela Lei Municipal nº 13.540/2003 e, em 2014, ganhou uma segunda modalidade por meio da Lei Municipal 15.897/2013. Os projetos se caracterizam por desenvolver propostas de ações de criação, produção, fruição e difusão de expressões artísticas e culturais em linguagens muito diversas – um rol que abarca música, artes visuais, artes plásticas, audiovisual, performance, teatro, dança, moda, circo, hip hop, shows, literatura, poesia, artesanato, culturas tradicionais, culturas populares, cultura de comunidades de imigrantes, refugiados e povos itinerantes, interlinguagens, cultura digital, comunicação, cultura urbana, cultura LGBT, entre outras.

Confira os editais: VAI 1 | VAI 2

Fonte: https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/subprefeituras/butanta/noticias/?p=103584