Quênia: “Não permitiremos que nenhum dopado compita com a equipe nacional”

Postado por Viva Melhor em 07/dez/2018


A frase acima foi dita por  Jackson Tuwei, presidente da Federação do Quênia e demonstra os esforços do país africano em alterar uma imagem de pouco combate ao doping que o país tem.

Após o escândalo do doping institucional que levou a IAAF suspender a Rússia das grandes competições, países como o Quênia e o Brasil começaram a receber fortes críticas por serem acusados de não possuírem uma política anti-doping rigorosa.

Agora o país africano deu um grande passo para desestimular esta prática desonesta, com o presidente da federação declarando que nenhum atleta competirá com a seleção em eventos internacionais após serem pegos no anti-doping, mesmo depois de cumprirem suas suspensões.