Tenda na Praça da Sé oferece atendimento veterinário aos animais de pessoas em situação de rua

Ação acontece até a próxima segunda-feira (02)

31 de julho de 2021

A Prefeitura de São Paulo realiza até a próxima segunda-feira (02) uma ação voltada especialmente para os animais da população em situação de rua. A tenda de serviços da Praça da Sé, no Centro, montada emergencialmente para a Operação Baixas Temperaturas, irá oferecer além de cobertores, agasalhos e alimentos quentes, atendimento veterinário gratuito. “Vamos avaliar a condição dos animais, verificar os que não são castrados e se os responsáveis concordarem, vamos programar a castração”, contou a coordenadora de Proteção ao Animal Doméstico da cidade, Analy Xavier.

A ação, que ocorre especialmente para o atendimento à população em situação de rua, conta com o apoio de um veterinário e de um agente de zoonoses. Os animais que necessitarem de atendimento veterinário especializado serão encaminhados para os hospitais públicos veterinários das zonas Norte, Sul e Leste da cidade.

Tendas emergenciais

A ação intersecretarial, organizada pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC) com a participação da sociedade civil e de organizações do terceiro setor, conta com cinco tendas montadas que realizam a distribuição de sopa, chá, chocolate quente, agasalhos e cobertores em diferentes regiões da capital.

Além dos alimentos, a Secretaria de Mobilidade e Transportes (SMT) colocou sete ônibus extras e mais 15 Vans do Atende, além dos veículos já utilizados desde o fim de abril, para garantir o transporte de quem aceitar o abrigo.

A operação segue até segunda-feira (02/08). Os pontos escolhidos foram a Praça da Sé (região Central), Praça Princesa Isabel (Luz), Largo da Concórdia (Brás) e Praça Miguel Dell’erba (Lapa). A quinta tenda, que fica na região de Santo Amaro, foi transferida da Praça Salim Farah Maluf para a Praça Floriano Peixoto.

Serviço – Atendimento aos animais da população em situação de rua

Local: Tenda Emergencial Sé

Funcionamento:

Fonte: Prefeitura de São Paulo