Maio Amarelo - No trânsito, o sentido é a Vida

Atletas de alto rendimento perdem a noção de certo e errado

Dentre outros achados, estudo revela que, no momento da disputa esportiva, indivíduos abdicam de alguns valores morais que os guiam na vida.


Por PsicoMundo

De acordo com novo estudo da inglesa Universidade de Birmingham, os atletas mais implacáveis costumam suspender seu senso de moralidade ao praticar o esporte. Assim, sua noção de certo e errado é temporariamente anestesiada pela vontade de vencer. A pesquisa foi publicada no periódico científico International Journal of Sport and Exercise Psychology no dia 24 e se baseou na análise de 27 trabalhos já publicados.

O levantamento apontou grandes diferenças nos ideais morais aplicados durante a disputa e no dia a dia dos atletas, revelando que praticar o que é certo e evitar o imoral é secundário frente à gana de ganhar. Além disso, o estudo indicou que, quando atletas focam no resultado da partida ou jogo como mera forma de conquistar uma recompensa ou evitar punição, é mais provável que eles se tornem antissociais para com seus colegas de time.

Os pesquisadores descobriram ainda que comportamentos mais gentis, como apoiar os outros jogadores (parabenizá-los pela performance, por exemplo) costuma resultar em melhores desempenhos e mais esforços por parte dos atletas. Por outro lado, ser verbalmente abusado pelos colegas costuma aumentar os níveis de ansiedade e estresse entre os envolvidos, além de prejudicar o sentimento de trabalho em equipe.

No entanto, há exceções. Os cientistas observaram, por exemplo, que jogadores de basquete que foram sujeitados a tratamentos antissociais por seus companheiros de time obtiveram desempenhos melhores do que suas contrapartes em algumas competições.

O achado abre espaço para a ideia de que, em algumas circunstâncias, ações mais agressivas no esporte podem ser benéficas para a performance. Contudo, os pesquisadores afirmam que é improvável que esses benefícios se sustentem a longo prazo, indicando a importância de elogiar e apoiar seus colegas de time, além de adotar limitações éticas e conceitos morais, quando se espera ter uma carreira bem-sucedida por muito tempo.

Fonte: https://veja.abril.com.br/ciencia/atletas-de-alto-rendimento-perdem-a-nocao-de-certo-e-errado/